• Youtube
  • Instagram
Home / Iniciação Cristã para Adultos
 

 

Inscrição – Iniciação Cristã para Adultos 2017

Estão abertas as inscrições para a Iniciação Cristã para Adultos 2017, da paróquia Santo Inácio de Loyola. Os encontros terão início no dia 6 de março de 2017, às 19h.

A Iniciação Cristã para Adultos tem como objetivo iniciar a vida, um caminho – a vida de Cristo, assim como o próprio Deus, que em seu filho, Jesus Cristo constituiu a tradição da fé.

 

Informações

Quem pode participar: O(a) participante dos encontros da Iniciação Cristã para Adultos deve ter acima de 18 anos.

Início: A Iniciação Cristã para Adultos terá início em 06/03/2017 (segunda-feira), às 19h.

Encontros: Os encontros serão todas as segundas-feiras de 19h às 20h30, na Sala da Catequese.

Mais informações: (31) 3296-2465 ou secretaria@paroquiasantoinacio.com.br

 

A INICIAÇÃO CRISTÃ PARA ADULTOS

A Iniciação Cristã é um processo através do qual a pessoa é inserida no mistério de Cristo, morto e ressuscitado, se torna discípula de Cristo e em seguida é admitida aos sacramentos do Batismo, da Crisma e da Eucaristia (cf. Leão Magno, De Baptismo I,1). A Iniciação Cristã acontecia através de um método chamado catecumenato. Este método marcou os primeiros tempos da Igreja. Esta catequese levava o catequizando a fazer uma experiência profunda com Jesus Cristo e seu reino. Não era apenas uma doutrina, um ensino, um catecismo, era um verdadeiro encontro, uma experiência de vida que encantava, empolgava, apaixonava o catequizando, no amor a Deus e aos irmãos.

Por que se dá a este processo o nome de Iniciação Cristã? Porque era o inicio de uma caminhada, de um itinerário, com diversas etapas, através da qual o catequizando adquiria maturidade, profundidade, transformação de sua vida, tornando-se um cristão adulto, competente, participativo, alegre, um verdadeiro discípulo missionário. Tornava-se um cristão evangelizado. Iniciação cristã é o inicio de um caminho que leva a um processo de transformação pessoal, comunitária e social.

O catequizando se chamava de catecúmeno, porque a Iniciação Cristã acontecia através de um método chamado catecumenato, ou seja, era a catequese de preparação para os sacramentos do Batismo, Crisma e Eucaristia. O catecumenato (Iniciação Cristã), não era uma doutrinação, um ensino racional, mas envolvia o catequizando de tal maneira que ele se tornava evangelizado, discípulo, missionário.

A Iniciação Cristã era feita em etapas, com ritos, celebrações, gestos, símbolos. Assim, o catequizando aprendia e celebrava os mistérios da fé. Mistério é aquilo que estava escondido e que foi revelado nas Sagradas Escrituras. Deus nos salva através da Palavra e de gestos, de acontecimentos, de sinais que são os mistérios. Mistagogia era o modo de o catequista explicar os mistérios depois de celebrá-los. A Catequese de Iniciação Cristã, ou seja, o catecumenato, tinha ritos, celebrações, cerimônias que ajudavam o catequizando a celebrar e viver o que ele aprendia. Todo esse jeito de ensinar, celebrar e viver a fé chama-se de mistagogia.

 

Seis passos da Iniciação Cristã

O encontro - A Iniciação Cristã começa por um encontro vivo, envolvente, atraente com Jesus Cristo. A própria catequese ajudava o catequizando a encontrar-se com Jesus e encantar-se por Ele. Este encontro era uma experiência, provocava um fascínio através do qual se iniciava uma grande amizade com Jesus. O catequizando queria ser como Jesus, imitar Jesus, seguir o jeito de Jesus, ter as atitudes de Jesus.

A conversão - O catequizando se transformava, mudava de vida, tornava-se discípulo fiel. Adquiria o desejo de ser sempre melhor e por isso deixava o Espírito Santo ir cristificando toda a sua pessoa e a sua vida. O evangelho mudava a vida do catequizando. Ele era evangelizado, convertido, transformado em nova criatura.

O discipulado - A catequese de Iniciação Cristã criava o desejo e o gosto de ser melhor, de aprofundar-se, de crescer. As pessoas sentiam-se atraídas pela Bíblia, pela Palavra de Deus. Sua formação e sua catequese era permanente, não parava, pelo contrário, os catequizandos pediam e buscavam mais conhecimento para amar e servir melhor a Deus e aos irmãos. A condição primeira para o discipulado é o aprofundamento bíblico.

O engajamento na comunidade - A Catequese de Iniciação cristã conduzia o catequizando a amar a Igreja, envolver-se na comunidade, participar da vida da comunidade, vibrar com sua comunidade. A presença, o testemunho de vida e os trabalhos na comunidade eram frutos da catequese de Iniciação Cristã. Na verdade os catequizandos não fugiam, não se afastavam, não viraram as costas para a comunidade. Recebiam uma consciência comunitária, uma fé comunitária, um cristianismo comunitário. Permaneciam e perseveravam na comunidade e tinham profunda vivência litúrgica.

A celebração - A catequese de Iniciação Cristã unia catequese e celebração, catequese e liturgia. Unia fé e oração, fé e vida sacramental. Nesta catequese a pessoa aprendia e celebrava os sinais e gestos litúrgicos, os ritos e hinos, os sacramentais e a religiosidade popular. Sacramentos, sacramentais e celebração eram chamados de: mistérios. Iniciar-se ou seja, conhecer e celebrar estes mistérios, aprender estas verdades era a mistagogia = introdução aos mistérios. Nada era realizado por obrigação mas por convicção, por maturidade na fé.

A missão - A Iniciação leva à missão, à evangelização, ao apostolado. Anunciar, pregar, divulgar para os outros até os confins da terra, as maravilhas do amor de Deus que salva a todos, era o grande resultado da Iniciação. “Não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos” (Atos 4, 20). Este zelo e consciência missionária chegava, às vezes, até ao martírio. A catequese de Iniciação deixava no coração dos catequizando a audácia, o desassombro, a criatividade e o ímpeto missionário.

O testemunho - O cristão iniciado testemunha sua fé onde quer que esteja. Assume compromissos e tarefas na comunidade eclesial e na sociedade civil. Luta contra todo o tipo de injustiça, combate a corrupção, promove com todo ardor a paz.

Calendário

Paróquia Santo Inácio de Loyola
Rua Bernardo Mascarenhas, 187
Cidade Jardim - CEP: 30380-010
BHTE/MG
31 3296.2465
Horários de Missas
Terça a Sexta-Feira: 19h
Sábados: 18h
Domingos: 10h e 19h
Secretaria Paroquial
Rua Tenente Renato César, 53
Cidade Jardim - CEP: 30380-110
BHTE/MG
31 3296.2465
Horário de Funcionamento
Segunda a sexta-feira de 8h às 12h e de 13h às 18h